A Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA) premiou, com menção honrosa, dois trabalhos técnicos de autores da Poli-USP, que foram apresentados no Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva – SIMEA 2017. São eles:

– “Integração de ferramentas do Design Thinking e da TRIZ na fase conceitual de um processo de desenvolvimento de um novo produto na indústria automotiva”, de autoria de Ricardo Henrique Silva, aluno do Mestrado Profissional em Engenharia Automotiva da Poli-USP, e de seu orientador, Prof. Paulo Kaminski, coordenador do Centro de Engenharia Automotiva (CEA) da Escola;

– “Influência de sistema de ventilação personalizada instalado na poltrona na dispersão de partículas expiratórias em cabine de aeronave – Resultados finais”, de autoria de Paulo Rogério Celline e Douglas Fabichak Junior, alunos dos cursos de Mestrado e Doutorado em Engenharia Mecânica da Escola Politécnica, e do professor Arlindo Tribess.

O SIMEA 2017, que aconteceu em setembro, em São Paulo (SP), atraiu cerca de 850 profissionais do setor automotivo.

A íntegra de todos os trabalhos técnicos apresentados na 25ª edição do SIMEA estão disponíveis no sistema Open Access BlucherProceedings, com ISSN e DOI: https://www.proceedings.blucher.com.br/article-list/simea2017-291/list#articles

Top Ranking Tecnológico

A Poli-USP recebeu novamente o título de Top Ranking Tecnológico do SIMEA, ou seja, a instituição/empresa com o maior número de trabalhos técnicos aprovados e apresentados no Simpósio, a exemplo do que aconteceu na edição de 2016. Este ano, a Escola participou com 10 trabalhos (autor principal) de um total de 59 trabalhos de diversas empresas/instituições.

Destaque Novos Engenheiros

Heitor de Oliveira Guimarães, aluno de Mestrado da Poli-USP, que participa de projetos de pesquisa do Centro de Engenharia Automotiva (CEA) da Escola, é vencedor da 6ª edição do Prêmio AEA Destaque Novos Engenheiros. A cerimônia de entrega da placa de reconhecimento de melhor estudante de Engenharia foi realizada, em setembro, durante o SIMEA 2017.

Ao todo, sete alunos de Engenharia receberam o Prêmio Destaque este ano, que inclui certificado, troféu e cursos de especialização realizados pela AEA. O objetivo é reconhecer o talento de jovens estudantes e incentivá-los a direcionar suas carreiras profissionais para o setor automotivo.

A equipe Poli de Baja, formada por alunos da Escola Politécnica da USP, é a terceira colocada na Competição Baja SAE Brasil – Etapa Sudeste 2017, que aconteceu no último final de semana (19 e 20 de agosto), na Escola de Engenharia de Piracicaba (EEP), Interior de São Paulo. O primeiro e segundo lugares ficaram para as equipes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e do Centro Universitário FEI, respectivamente.

A equipe Poli de Baja é orientada pelo Prof. Dr. Marcelo Alves, integrante do Centro de Engenharia Automotiva (CEA) da Poli-USP.

Vinte e nove equipes de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo participaram da competição. No sábado, os juízes, todos engenheiros da indústria da mobilidade, avaliaram os carros Baja SAE, projetados e construídos dentro das instituições de ensino, nos quesitos segurança, motor, conforto e frenagem. Os veículos também enfrentaram provas dinâmicas de suspensão, capacidade de tração e dirigibilidade; e as equipes fizeram apresentação teórica dos projetos. No domingo, ocorreu o Enduro de Resistência, num terreno acidentado, com três horas de duração.

A Competição Baja SAE BRASIL – Etapa Sudeste é uma preparatória para a Competição Baja SAE BRASIL, disputa nacional realizada anualmente no primeiro semestre, em São José dos Campos, interior de São Paulo, com cerca de 70 equipes de todas as regiões do Brasil.

O evento acontece em setembro, na Poli-USP, e reúne pesquisadores de

importantes universidades 

As tendências recentes e lacunas de pesquisa serão debatidas na mesa-redonda dedicada à academia, que reunirá três professores e pesquisadores, no 11º Congresso Brasileiro de Inovação e Gestão de Desenvolvimento do Produto (CBGDP). O evento acontece nos dias 4 e 5 de setembro, na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), na capital paulista.  

O doutor em Gestão Ágil pela Escola de Engenharia de São Carlos da USP (EESC/EI2), Edivandro Carlos Conforto, falará sobre as oportunidades para pesquisadores brasileiros e como as tendências conhecidas hoje podem direcionar as pesquisas em gestão de projetos e desenvolvimento de produtos. Ele possui pós-doutorado pelo Massachusetts Institute of Technology nas áreas de Organizational Agility, Agile Project Management, Program Management e Systems Engineering Integration. É fundador da ECConforto Consulting & Research Group, e Strategy Research Advisor na Brightline Initiative.

“O avanço tecnológico é exponencial e uma realidade em todos os campos, da agricultura à fábrica de automóveis. Em gestão de projetos ou desenvolvimento de produtos, temos que investigar como as tecnologias – inteligência artificial, realidade virtual, realidade aumentada, aprendizado de máquina… – serão integradas ao ser humano e ao nosso sistema social para sermos mais produtivos e eficientes na resolução de problemas complexos que estão ameaçando o planeta”, diz Edivandro Conforto. Na opinião dele, é preciso construir uma visão integrada, na qual a tecnologia é parte das pesquisas no campo da gestão, e saber como desenvolver modelos e práticas que se beneficiem das novas tecnologias.

Edivandro Conforto acaba de retornar do evento global da Singularity University, instituição do Vale do Silício, em São Francisco, EUA, reconhecida por seus programas de inovação. “O evento reuniu mais de 1.500 empreendedores e executivos de vários países, e o tema comum é que estamos vivenciando uma evolução tecnológica exponencial e tudo que fazemos terá tecnologia, estará conectado”, diz. Segundo ele, ficou evidente, nas palestras e comentários dos participantes, que haverá mudanças radicais nos próximos cinco anos.

O especialista ressalta que são inúmeras as oportunidades para todas as áreas de pesquisa em gestão. “Temos que ser ousados e inovar nos métodos de pesquisa e como combinamos tecnologia para repensar os modelos de gestão e resolver problemas e desafios que ainda não foram descobertos em gestão de projetos e desenvolvimento de produtos, mas que serão realidade nos próximos anos“, conclui.

Outros palestrantes da mesa-redonda sobre pesquisa – O professor Paulo Augusto Cauchick Miguel, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), ministrará a palestra “Perspectivas de pesquisa em temas associados ao GDP (Gestão de Desenvolvimento do Produto) no contexto de um pós-doutorado ou sabático”. Ele é professor adjunto do Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas da UFSC e professor credenciado no Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção da Poli-USP.

Os desafios na pesquisa sobre os sistemas produto-serviço (PSS) e servitização serão abordados pelo professor Glauco Henrique de Sousa Mendes, do Departamento de Engenharia de Produção da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Ele possui pós-doutorado pela USP e Universidade Técnica da Dinamarca.

Após a apresentação das palestras, será iniciado o debate entre os pesquisadores. A mesa-redonda dedicada à academia está programada para o dia 5 de setembro, das 11horas às 12h30.

O Congresso – Com foco na Internet das Coisas, o 11º Congresso Brasileiro de Inovação e Gestão de Desenvolvimento do Produto apresentará palestras, mesas-redondas, sessões temáticas (cerca de 120 trabalhos técnicos-científicos), minicursos e visita a laboratórios da Poli-USP. O público-alvo são pesquisadores, professores, estudantes, empresários, consultores, engenheiros, administradores, designers e demais profissionais que atuam na área. É o principal fórum de engenharia sobre gestão da inovação, integrada ao desenvolvimento dos produtos e serviços.

O 11º Congresso é uma iniciativa do Instituto de Inovação e Gestão de Desenvolvimento do Produto (IGDP), em parceria com a Poli-USP; Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (EESC-USP); e Universidade Federal do ABC (UFABC). Tem o apoio da Fundação Vanzolini, Centro de Engenharia Automotiva (CEA) e Programa de Educação Continuada (PECE), ambos da Poli-USP.

 

Serviço:

11º Congresso Brasileiro de Inovação e Gestão de Desenvolvimento do Produto

Data: 4 e 5 de setembro de 2017

Local: Escola Politécnica da Universidade de São Paulo

Departamento de Engenharia Mecânica

Av. Prof. Mello Moraes, 2231– Cidade Universitária – São Paulo – SP

Informações e inscrições: www.cbgdp.org.br

 

Mesa-redonda Tendências Recentes e Lacunas de Pesquisa – 5 de setembro, às 11 horas.

 

O evento acontece em setembro, na Poli-USP, e a GM abordará

o OnStar, sistema de conectividade de veículos

 

Péricles Mosca e Dalício Guiguer Filho, diretores da General Motors para a América do Sul, estão entre os especialistas da indústria convidados para a mesa-redonda sobre produtos conectados, que será realizada no 11º Congresso Brasileiro de Inovação e Gestão de Desenvolvimento do Produto (CBGDP). O evento acontece nos dias 4 e 5 de setembro, na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), na capital paulista.  

    Eles falarão sobre a aplicação da Internet das Coisas em Automóveis e a experiência da GM com o sistema de conectividade OnStar, tecnologia exclusiva da marca, que oferece conectividade total entre o usuário e o seu veículo. Possui diversas funcionalidades, tais como o diagnóstico avançado dos principais sistemas do veículo, navegação, monitoramento remoto, e serviço de concierge para suporte em buscas de informações úteis, situações de emergência, e localização do veículo. O OnStar está disponível em toda a linha Chevrolet 2017.

O diretor Péricles Mosca responde pela operação OnStar e também Maven (programa de compartilhamento de carros) da GM para a América do Sul. O outro palestrante da GM, Dalício Guiguer Filho está há 20 anos na montadora, onde desenvolveu sua carreira em áreas relacionadas ao Projeto e Desenvolvimento do Produto. Atualmente, ocupa o cargo de engenheiro-chefe e diretor geral de Global Product Programs da GM para a América do Sul.

Além da participação da GM, a mesa-redonda da indústria Desenvolvimento e Operação com Produtos Conectados apresentará cases de outros segmentos, com os seguintes palestrantes: Vivian Jacobsohn Serebrinic, diretora da Samsung Design Latin America; José Cláudio Cyrineu Terra, diretor de Inovação e de Gestão do Conhecimento do Hospital Israelita Albert Einstein; e Silvia Takey, diretora de Operações da DEV Tecnologia. A mesa-redonda está programada para o dia 5 de setembro, às 9 horas.

O Congresso – Com foco na Internet das Coisas, o 11º Congresso Brasileiro de Inovação e Gestão de Desenvolvimento do Produto apresentará palestras, mesas-redondas, sessões temáticas (cerca de 120 trabalhos técnicos-científicos), minicursos e visita a laboratórios da Poli-USP. O público-alvo são pesquisadores, professores, estudantes, empresários, consultores, engenheiros, administradores, designers e demais profissionais que atuam na área. É o principal fórum de engenharia sobre gestão da inovação, integrada ao desenvolvimento dos produtos e serviços.

O 11º Congresso é uma iniciativa do Instituto de Inovação e Gestão de Desenvolvimento do Produto (IGDP), em parceria com a Poli-USP; Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (EESC-USP); e Universidade Federal do ABC (UFABC). Tem o apoio da Fundação Vanzolini, Centro de Engenharia Automotiva (CEA) e Programa de Educação Continuada (PECE), ambos da Poli-USP.

 

Serviço:

11º Congresso Brasileiro de Inovação e Gestão de Desenvolvimento do Produto

Data: 4 e 5 de setembro de 2017

Local: Escola Politécnica da Universidade de São Paulo

Av. Prof. Luciano Gualberto, travessa 3, nº 380 – Edifício Eng. Mário Covas Júnior – Cidade Universitária – São Paulo – SP

Informações e inscrições: www.cbgdp.org.br

Mesa-redonda Desenvolvimento e Operação com Produtos Conectados, com a participação da General Motors – 5 de setembro, às 9 horas.

 

Ugo Ibusuki, integrante do Centro de Engenharia Automotiva (CEA) da Poli-USP, será o mediador do painel “A evolução das negociações de suprimentos nos próximos anos rumo à Rota 2030”, no 26º Congresso e Mostra Internacionais SAE BRASIL de Tecnologia da Mobilidade (7 a 9 de novembro, em São Paulo). Ugo também é professor doutor da Universidade Federal do ABC e faz pós-doutorado no CEA (sua pesquisa está focada em sistemas da inovação do setor automotivo e aeronáutico).

O painel mostrará a evolução das formas de negociação de suprimentos e os modelos que devem atender a mobilidade do futuro, com foco na Rota 2030 (nova política automotiva que deverá substituir o Inovar-Auto). O assunto será abordado em três períodos evolutivos – estágio atual, transição e futuro – inclusive o MaaS (Mobility as a Service). Também na pauta das apresentações está o Suprimentos 4.0, que trará a visão SaaS (Supply as a Service) e as novas formas de negociações de materiais, logística e ferramentais.

Palestrantes – Entre os convidados estão Ivan Witt, diretor de Compras e RH da CAOA – Hyundai, que apresentará a Rota 2030 na visão das montadoras e case sobre investimentos em laboratório de homologação de veículos e motores da empresa com base no Inovar-Auto; Osias Galantine, da Aethra, apresentará a Rota 2030 na visão de fornecedores e os novos parâmetros de negociação e relacionamento com fornecedores; e Rüdiger Leutz, diretor geral da Porsche Consulting Brasil, abordará o tema Suprimentos 4.0 – SaaS (Supply as a Service), e a visão do futuro de suprimentos com o MaaS (Mobility as a Service).

O congresso – Painéis – A programação inclui 17 painéis, três âncoras (Engenheiros-chefes, Internacional e Presidentes) e 14 temáticos – Aeroespacial, Caminhões e Ônibus, Duas Rodas, Educação de Engenharia, Ferroviário, Manufatura e Logística, Máquinas Agrícolas e de Construção, Motorsport, Qualidade, Segurança Veicular, Suprimentos, Tecnologia da Informação, Telemática e Infotainment e Veículos Elétricos e Híbridos.

Mostra Tecnológica e Papers – O Congresso apresentará ainda Mostra Tecnológica com os últimos avanços e inovações da indústria automotiva, além da seleção dos melhores trabalhos técnicos (papers) dos segmentos Aeroespacial, Motocicletas, Ferroviário, Naval, Máquinas Agrícolas, Máquinas de Construção, Veículos Leves, Veículos Comerciais e Implementos Rodoviários, nas áreas de Carroceria e Estrutura, Chassis, Metodologia de Projeto e Design, Eletroeletrônica, Eletrônica Embarcada, Meio Ambiente, Combustíveis e Recursos Energéticos, Ergonomia, Interiores e Cabines, Manutenção e Reposição, Gestão e Desenvolvimento de Produtos, Manufatura, Materiais, Ruídos e Vibrações, Peças e Componentes, Powertrain, Qualidade, Confiabilidade e Durabilidade, Segurança,Testes e Simulações, Sistemas de Transporte, e Veículos.

26º Congresso e Mostra Internacionais SAE BRASIL de Tecnologia da Mobilidade

7 a 9 de novembro de 2017

Tema: “A mobilidade inteligente e a transição para o futuro”

Novo local: Pro Magno Centro de Eventos – rua Samaritá, 230, bairro Casa Verde, São Paulo (SP)

Entrada franca para os painéis, exceto Sessões Técnicas.

Painel Suprimentos – Dia 9 de novembro, 14h, no Auditório SAE BRASIL 2

Tema: “A evolução das negociações de suprimentos nos próximos anos rumo à Rota 2030”